Todas as fórmulas do mundo

Nesse artigo vamos falar um pouco sobre a infinidade de fórmulas que existem na vida de um vestibulando e como devemos proceder com elas!

Sabemos que as matérias de exatas (Matemática, Física e Química) possuem diversas fórmulas e regras de cálculos que são imprescindíveis para a resolução de milhares de exercícios. Ainda não tive a paciência (ou a falta do que fazer) para contá-las, mas certamente todas elas juntas ocupariam um espaço enorme na memória de qualquer ser humano normal!

Então, qual a saída para conseguir resolver os exercícios que precisam dessas fórmulas no Vestibular? Bom, obviamente não cairão todas na prova que você irá fazer, e todos os vestibulares mantém certas regras de formulação de suas questões ano após ano. Assim, a primeira dica que eu posso passar para é: estude primeiro o vestibular que irá prestar, saiba quais são os tópicos que mais aparecem nessas provas e foque seus estudos nesses pontos (incluindo suas fórmulas).

Outra sugestão que posso passar é a de que você não deve se preocupar com fórmulas específicas que tratam de detalhes de determinado assunto. Lembre-se de que caso caia uma questão que exija algum conhecimento dessa natureza, não estará avaliando a capacidade de raciocínio de um aluno, mas sim apenas a sua aptidão em decorar assuntos (o que vai contra as novas diretrizes dos vestibulares).

E aproveitando o gancho, a minha última dica recai justamente sobre a nova característica dos vestibulares. Hoje em dia, a recomendação dada aos examinadores é de priorizar em suas questões a capacidade de raciocínio e inter-relacionamento de conteúdos e conceitos dos alunos, tanto é que muitos vestibulares fornecem uma tabela com as principais fórmulas das matérias abordadas.

Cada vez mais as faculdades querem alunos que pensem e saibam encontrar informações e relacioná-las, pois afinal, o mercado de trabalho precisa de cérebros e não de bibliotecas ambulantes!

Assim, um aluno com um estudo abrangente, uma boa percepção de relações causa-efeito e principalmente com bom senso, e capaz de obter um resultado superior a outro que apenas decorou toda a infinidade de fórmulas e regrinhas. Lembre-se das mais famosas e deixe que o resto a sua capacidade de pensar resolva!

P.S.: Essa nossa conversa de hoje me fez lembrar de duas questões que caíram em vestibulares famosos, vamos a elas:

(Fuvest) “Sete amigos ganharam R$6.905.724,00 na loteria, quanto ganhou cada um?” – Obs.: Esse número ainda por cima é divisível por 7 e existiam cinco alternativas para o caso de dúvida!!! É brincadeira…

(Vunesp) “Seja o número X = 0,9999… , podemos afirmar que X é:”

a) Próximo de 1

b) Exatamente 1

c) Aproximadamente 1

d) Um número menor, porém nunca igual a 1

e) Um número irracional

 

Obs.: Inclusive essa eu quero ver quem resolve (com uma explicação convincente!!)! Quando ela apareceu no vestibular, foi impressionante a incidência de erros nessa questão, justamente porque todos esperam perguntas que sejam de aplicações de fórmulas (e das mais cabeludas!), o que obviamente, não foi o caso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Top