Pensamento Estatístico na Gestão Estratégica

Pensamento Estatístico na Gestão Estratégica por estatística, gestão 0

Pensamento Estatístico na Gestão Estratégica

Os dados, através de seus padrões e comportamentos, nos revelam informações imprescindíveis acerca do mundo que nos cerca. Constantemente, mais e mais conjuntos de números são gerados e solicitam que sejam analisados, compreendidos e transformados em informação. Com os adventos da computação e da comunicação, atualmente temos rápido acesso a uma infinidade de números e podemos gerar uma quantidade incrivelmente grande de novos valores dentro de nossas esferas de atuação social (trabalho, família, etc.). Essa “hiperventilação”* numérica, que defino como hipernumeração, aproxima de nós a necessidade de aprendermos a nos orientarmos dentro desse vasto universo, através de técnicas e instrumentação voltadas para a descrição e localização dos dados relevantes; a selecionarmos e auditarmos com vistas na confiabilidade e representatividade; e a interpretarmos os dados isoladamente e dentro de suas micro, meso ou macroestruturas e redes de relacionamentos, estabelecendo pontes lógicas e regras de encadeamento e ordenação. * Estabelecemos essa aproximação da gestão do conhecimento com o conceito de hiperventilação (exposição a uma quantidade enorme de ar, o qual pode levar uma pessoa ao sufocamento), pois não raro encontramos situações em que as pessoas encontram-se defronte a massas gigantescas de dados, sendo humanamente impossível analisá-los em sua totalidade, através de todas as suas
Data Mining, conceitos e aplicabilidades por data mining 0

Data Mining, conceitos e aplicabilidades

Data Mining ou Mineração de Dados consiste em um processo analítico projetado para explorar grandes quantidades de dados (tipicamente relacionados a negócios, mercado ou pesquisas científicas), na busca de padrões consistentes e/ou relacionamentos sistemáticos entre variáveis e, então, validá-los aplicando os padrões detectados a novos subconjuntos de dados. O processo consiste basicamente em 3 etapas: exploração; construção de modelo ou definição do padrão; e validação/verificação e no mesmo uilizam diversos algoritmos computacionais tais como Segmentação, Classificação e Previsão. A literatura sobre o assunto trata com mais detalhes todos os passos necessários ao Data Mining. Veja, por exemplo, Groth (1998) e Han, Chen & Yu (1996). Para o escopo do que pretendemos neste artigo é suficiente apresentar os passos fundamentais de uma mineração bem sucedida. A partir de fontes de dados (bancos de dados, relatórios, logs de acesso, transações, etc) efetua-se uma limpeza (consistência, preenchimento de informações, remoção de ruído e redundâncias, etc). Disto nascem os repositórios organizados (Data Marts e Data Warehouses), que já são úteis de diversas maneiras. Mas é a partir deles que se pode selecionar algumas colunas para atravessarem o processo de mineração. Tipicamente, este processo não é o final da história: de forma interativa/iterativa e frequentemente usando visualização gráfica,
A Estatística na Sociedade por estatística 0

A Estatística na Sociedade

Alguns apontamentos históricos sobre o aparecimento da Estatística Se a Estatística é uma disciplina relativamente nova o mesmo não acontece com o interesse do Homem por possuir formas de registro dos mais variados tipos de dados. Os primeiros levantamentos de dados têm cerca de 3000 anos. Povos como os babilônios, os egípcios ou os romanos, cedo perceberam a importância de possuir registros agrícolas, comerciais e mesmo medições de fenômenos naturais enquanto elementos fundamentais para a organização da sociedade. No entanto, foram os egípcios e os romanos os primeiros a terem a preocupação de realizar uma contagem oficial e periódica de todos os habitantes de uma determinada região com o propósito de adquirir conhecimentos acerca da sua população e dos elementos que a ajudavam a caracterizar. O enumerar destes elementos, ou censos, tinha como objetivo principal a obtenção de informações essenciais para assuntos governamentais, como a cobrança de impostos ou o número de homens disponíveis para o serviço militar. Na Europa, por volta do ano de 1085, foram realizados na Inglaterra um dos primeiros e mais completos levantamentos estatísticos que se conhece, no qual se procuraram coligir dados acerca da utilização que os proprietários faziam da terra, com vista ao cálculo do imposto
Top