A Intersecção da Publicidade

Você sabia que quando uma empresa quer vender seus produtos ou serviços, ela precisa conhecer a Teoria dos Conjuntos? Cada atividade econômica tem um público-alvo, ou seja, um grupo (conjunto) de pessoas que potencialmente precisam daquilo que está sendo produzido ou serviço que se deseja prestar.

Definir, localizar e alcançar essas pessoas-chave (consumidores em potencial) é um fator tão crítico quanto complexo para qualquer empreendimento e para que seja bem executado, é necessária uma série de habilidades e conhecimentos, além de experiência e sensibilidade.

Saber qual o seu público-alvo, onde se encontra, quais suas características comuns e o que deseja são exemplos de especificações fundamentais para que o empresário saiba de que maneira será empregado a sua verba de publicidade.

Dentro desse cenário, quanto melhor definido esse público de interesse, maior será o retorno sobre o investimento em publicidade. Se essa informação não estiver muito bem  definida, o capital pode estar sendo sub ou superutilizado, o que em qualquer um dos casos é ruim para os negócios.

Caso seja feita uma ação publicitária para um conjunto de pessoas menor do que o público-alvo ideal da empresa, alguns potenciais clientes não estarão sendo alcançados, enquanto que se essa ação for executada para um conjunto maior de pessoas do que realmente interessa, esse excedente será potencialmente desperdiçado, porque a taxa de conversão dessa ação será teoricamente menor, uma vez que essas pessoas provavelmente não tenham tanto interesse (ou possibilidade) de comprar aquilo que esteja sendo oferecido.

O público-alvo é definido como sendo um conjunto (ou conjuntos) de pessoas que tenham diversas características em comum: sexo, faixa etária, poder econômico, localização de sua moradia etc. Assim, por exemplo enquanto que o jogo para Playstation 3, Little Big Planet tenha como público-alvo, digamos, crianças de ambos os sexos, com faixa etária entre 4 e 8 anos, enquanto que Resident Evil talvez seja mais focado em consumidores do sexo masculino com idade acima de 15 anos.

Perceba que se estivermos pensando em fazer uma ação de marketing para vender o novo Resident Evil, temos que desenvolver todo material gráfico, peças publicitárias e pontos de exibição focados nas pessoas que possuem AO MESMO TEMPO as características definidas nesse público-alvo virtuoso. Então nesse nosso exemplo, será preciso fazer uma comunicação para as pessoas que estejam ao mesmo tempo no conjunto dos Homens da população e ao mesmo tempo estejam no conjunto da parcela da população que tenha mais que 15 anos.

Assim, temos que encontrar a intersecção (elementos em comum) desses dois conjuntos e falar diretamente para eles. Essas pessoas tem um potencial de compra (teoricamente) maior do que outros consumidores, apresentando um melhor Retorno sobre o Investimento (ROI) em Marketing do que se tivesse feita uma ação focada para outras pessoas. Por isso, não é raro encontrarmos quadros brancos nas Agências de Publicidade com vários Diagramas de Venn, ajudando na geração de ideias e na visualização por todos do público-alvo que será trabalhado.

Naturalmente, na prática as definições de público-alvo são mais complexas e multivariadas, mas a ideia central se mantém: encontrar as pessoas que tem TODAS as características de interesse, ou seja, que pertençam a todos os conjuntos, o que chamamos de intersecção! Para ajudar no pensamento publicitário, é comum utilizar o conceito de persona, um personagem (com background – nome, hábitos, contexto familiar) que sintetiza as características dessa intersecção.

No planejamento de campanha de marketing, podem ser definidas quantas características forem necessárias para o público-alvo (até mesmo vários públicos-alvo) e dessa forma, os consumidores de interesse pertencerão à intersecção de todos os conjuntos, pois devem ter todas as características ao mesmo tempo.

Assim, saber definir conjuntos e conhecer as propriedades de operações entre eles, são fundamentais para otimizar os ganhos no ramo empresarial, aumentando a eficiência do esforço publicitário, impedindo de gastar dinheiro à toa ou de deixar de investir para aparecer da forma certa para quem interessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*

Top